carlos2 Dr. Carlos Hermann Schaal - Rua Luiz Paiva, 100 • Jaú/SP


  Contato : (14) 3625-2000

Home


Incontinência Pós-prostatectomia

  • Ocorre independentemente da técnica utilizada:
  • Cirurgia aberta, vídeo-laparaoscópica, robótica, numa incidência que varia de 2,5% a 6%.
  • Ressecções endoscópicas : 1%
  • Procuram tratamento: 10%
  • Necessitam tratamento cirúrgico: 4%

Tratamento Conservador

  • Indicado nos primeiros 6 a 12 meses
  • Fisioterapia pélvica: acelera a recuperação da continência, porém não melhora o resultado final a longo prazo.
  • A melhor forma de ser realizada é assistida por um profissional da área
  • Eletroestimulação e Biofeedback podem também ser utilizados no auxílio da fisioterapia

Farmacoterapia

  • Antimuscarínicos: na incontinência pós-cirúrgica não é recomendado, pois não é eficiente.
  • Imipramina e Duloxetina: Não são recomendados em bula, podem demorar de 8 a 12 semanas para fazer efeito. Geralmente reduzem a perda urinária em 50%, nos casos mais leves.
  • Efeitos colaterais: boca seca, constipação intestinal, insônia/sonolência, náuseas, fraquesa, diminuição da libido.